| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Infonline Chopotó!
Desde: 13/04/2009      Publicadas: 92      Atualização: 15/11/2011

Capa |  Artesanatos e outras artes  |  Cadastramento de notícias  |  Cipotânea - Fatos & Fotos  |  Congada  |  Descobertas  |  economia  |  Escolas  |  Espaço e ideias  |  fatos & contos  |  História da Regiäo Xopotó  |  Mande sua notícia  |  Política e Projetos!  |  Reconhecimentos geografia etcs


 Mande sua notícia

  18/04/2009
  0 comentário(s)


Caetano Trindade de Cipotânea escreve literatus poético estético... veja

A poesia continua viva com palavra coisa ativa, matéria do tempo vivo, profundezas em superficies. A arte dionisiaca no gosto de celebrar a vida. A arte do potente criativo. A arte ditirâmbica, a arte possante de magia e criatividade. A arte aspiradora do destino. A arte circulante. A arte vigorante. A arte riquissima. A arte extra-moral. A arte do vivo fatal.

A arte do poeta vivo. A arte trágica de Dionisio. A arte abundante. A arte berrante. A arte silenciosa. A arte afirmativa. A arte produtiva. A arte destrutiva. A arte trágica. A arte abismal de torpor com alegria no tormento e com gozo no sofrimento criativo da sua propria existencia na beleza contraposta do sol na noite em suas faces apolineas. Dionisio em festa. Apolo em cesta. Dionisio livre da moral e Apolo preso no intencional. Um no animal e outro na extra-terrenal. Um na materia e outro no espirito. Um no potente e outro no doente. Um na possibilidade e capacidade e outro na imobilidade e domesticidade. Um esperto e potente e outro fraco e demente. Um arrisca para o risco e outro teme o seu proprio disco. Essas sao as esferas circundantes da diferenca.

Dai sua perolas no mar de perola
Use seu potencial na treva esperada
Aumente sua luz na terra relvada
Alimente sua propria aureola

Nao estende as maos resignadas
Rie de si mesmo com fogo entusiamado
Flui com propria dor agora
Mantendo sede própria desejadas

Anseia no beber do beber o mesmo copo
Saboreie o seu espinho como perfume
Festeje o seu perene festival ardume


Entrega-te ao choro alegre saltitante
Dionisio forma semelhante
Na forca da vida destinante
Com coracao forte e vibrante


  Mais notícias da seção Literatura diversa no caderno Mande sua notícia
13/06/2009 - Literatura diversa - O jornal Infocultural Cipotânea Online apresenta um cometário do estudante de filosofia Geraldo Felício Trindade sobre Jean P. Sartre
Jean-Paul Sartre é um dos filósofos mais importantes da corrente existencialista. Pode-se ver em seu pensamento a angústia do homem moderno, em especial, daquele homem pós-guerra. Ele se atreveu a pensar essa realidade existencial que corresponde à visão de um homem sem fé, sem família, sem amigos e sem finalidade na vida.Partir-se-á sob a temática...



Capa |  Artesanatos e outras artes  |  Cadastramento de notícias  |  Cipotânea - Fatos & Fotos  |  Congada  |  Descobertas  |  economia  |  Escolas  |  Espaço e ideias  |  fatos & contos  |  História da Regiäo Xopotó  |  Mande sua notícia  |  Política e Projetos!  |  Reconhecimentos geografia etcs
Busca em

  
92 Notícias